Anúncios

DogTown – Uma iniciativa a servir de exemplo

Outro dia vi um programa no National Geographic sobre uma “cidade” construída para cachorros abandonados, chamada DogTown.  Foi criada no final dos anos 80, quando cerca de 17 milhões de cães e gatos morriam nos abrigos. Hoje, 29 anos depois, os números baixaram para cerca de 5 milhões, mas ainda há muito a fazer.

Decidi pesquisar um pouco, não só porque sou apaixonada pelos animais como também porque fiquei curiosa para saber mais, quem criou, se tem como ajudar, enfim, todos os detalhes.  Encontrei o site: http://channel.nationalgeographic.com/series/dogtown/all/Overview.

Aqui pode ter acesso a várias informações e também adoptar um cachorro, seja levando para casa para cuidar (Estados Unidos) ou apenas doando dinheiro para a manutenção e continuação do projecto.  Pelo menos aqui você sabe exatamente o que é feito com o dinheiro que doa, pode até acompanhar pela televisão os seus novos amigos!

Em Dubai é impossível eu ter um pet. Moro num apartamento e viajo bastante assim que não seria viável. No entanto, nada me impede de ajudar, como posso.  Acho importante apoiarmos esse tipo de iniciativa, principalmente as tão bem feitas como essa do DogTown.

Se juntem também à causa “I’m tired of animal cruelty” : http://www.imtiredonline.com/index.php/shop/details/5/Animal_Cruelty.

Pincipalmente se lembrem que todos somos animais. Indefenido, digo eu, está quem são os racionais e quem são os irracionais. Eles não nos abandonam para ir passar férias, ou quando estragamos as coisas e crescemos mais que o previsto. Nem nos fazem mal só por fazer, sem motivo aparente. Pelo contrário, são sempre fiéis e confiáveis.

Algumas frases do que eu chamo celebridades:

“Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem.” (Leonardo da Vinci)

“A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados.” (Mahatma Gandhi)

“A compaixão pelos animais está intimamente ligada a bondade de caráter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem.” (Arthur Schopenhauer)

 “Enquanto o homem continuar a ser destruidor impiedoso dos seres animados dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor.” (Pitágoras)

 “Aquele que conhece verdadeiramente os animais é por isso mesmo capaz de compreender plenamente o caráter único do homem.” (Konrad Lorenz)

“Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem. Agora é necessário civilizar o homem em relação a natureza e aos animais.” (Victor Hugo)

 “O animal é tão ou mais sábio do que o homem: conhece a medida da sua necessidade, enquanto o homem a ignora.” (Demócrito)

Anúncios

Dar pitaco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: