Anúncios

Silêncio

Hoje vou comemorar o silêncio! Parabéns silêncio!!!

Sem dúvida muitas vezes é melhor ficar calado do que falar besteira. Eu falo muito e falo muita besteira também. É meu jeito, eu não consigo não falar, muitas vezes só quero divertir as pessoas, tirar onda, etc, outras vezes simplesmente abro a boca e as coisas pulam. Quando fico muito calada, estou doente, triste ou muito concentrada em alguma coisa. 

Tem gente que consegue ficar muito tempo sem falar, numa espécie de mudez. Mas não mudez de verdade, causada pela genética ou algum acidente, falo da mudez consciente. “Eu não quero falar e pronto!” .

E por falar entenda-se, pode ser escrever, na verdade falo de se manifestar. Os que são mudos de verdade, muitas vezes se expressam mais e melhor do que os que conseguem emitir sons.

Às vezes é preciso ter cuidado com o que não se diz tanto quanto com o que se diz, na minha opinião. Se você não fala, não diz o que quer, não passa seu ponto de vista, então corre o risco de não ser entendido, corre o risco de ser afastado e de perder força – não força física, força de presença mesmo.

Conheço pessoas que são tímidas demais, não falam porque não gostam de falar, vivem no mundo delas, não sei. Tenho alguns amigos assim.

Outras não falam porque são passivas – diferentes das timídas porque podem ser só passivas perante um grupo, uma pessoa ou uma situação mas em outro contexto se expressarem normalmente. Vejo muito disso aqui no meu trabalho.

Tem ainda os que não falam por escolha, fazem um voto, geralmente por motivos religiosos. Um sacrifício em nome de um Deus, por exemplo. Não conheço ninguém que o tenha feito pessoalmente, mas já vi notícias de freiras e padres que optam por esse tipo de votos.

Tem quem não fale por tristeza, como eu, que quando estou triste não falo muito. Caso por exemplo do silêncio entre namorados, quando brigam. Já passou por isso? Eu já mas nunca por muito tempo, claro. Ninguém sustenta uma relação ficando dias e dias sem se falar.

Ainda dentro dos que não falam por tristeza mas num nível bem mais extremo –  alguém que sofre um trauma, a perda de algum ente querido, enfim, alguma situação bem difícil – muitas vezes se observa um silêncio induzido prolongado, associado também a depressão. Em Portugal, na cidade onde cresci, tem um senhor que vive deprimido, anda olhando para o chão, bem devagar, como se o tempo não existisse e não fala uma palavra. Diz a lenda que ele ficou assim depois que a mulher e a filha faleceram num acidente, que ele nunca recuperou. Não sei se é verdade ou não.

Num exemplo mais leve me lembro dos que não falam por birra, como as crianças por exemplo. Se você “provoca” uma criança, ela não fala, fica amuadinha. Ela espera que o adulto vá até ela e diga: “Pronto, passou, tá tudo bem, vem cá, não precisa ficar assim, etc… “. Já vi crianças fazendo isso muitas vezes, é normal e (ainda bem) geralmente passa rápido.

O silêncio diz muita coisa! Com certeza diz muito de você e da sua personalidade. O jeito com se expressa, como fala ou fica calado reflete o que você é. Falar de mais também não é bom. Bom é ter moderação e bom-senso.

“Não há ruído maior que este silêncio

Que se serve com tâmaras e com chá

Na mesa rasteira, sobre a terra molhada.

É no que não se nomeia que está o infinito.”

José Jorge Letria – Os Mares Interiores

Anúncios

Dar pitaco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: