Anúncios

Arquivo do mês: junho 2012

Feliz São João!

Anúncios

Intersexuais – Hermafroditas e Andrógenos

Um em cada 100 nascimentos acontece com heterogeneidade na diferenciação sexual e num em cada 2.000 nascimentos essa heterogeneidade é tanta que levanta dúvidas sobre o gênero da criança. A heterogeneidade diz respeito ao facto de não existir, numa mesma pessoa/bebé, uma alinhamento de todas as características sexuais por um só género, ou seja, não são todas tradicionalmente femininas, nem são todas tradicionalmente masculinas.

Intersexuais

Intersexuais são pessoas nascidas com genitália e/ou características sexuais secundárias que fogem dos padrões socialmente determinados para os sexos masculino ou feminino. Por exemplo, tendo parcial ou completamente desenvolvidos ambos os órgãos sexuais ou outras características do dimorfismo sexual como aspecto da face, voz, comportamento, membros e forma de outras partes do corpo e também presença de caracteres a mais como terceiro e quarto mamilo.

Na medicina, há a diferenciação entre intersexual falso e verdadeiro. A verdadeira intersexualidade (que é uma condição muito rara) é quando os dois órgãos sexuais são igualmente bem desenvolvidos, produzindo hormônios sexuais masculinos e femininos. Já na falsa intersexualidade, um dos órgãos tem maior grau de desenvolvimento sobre o outro, sendo predominante.

Hermafroditas

Chama-se hermafrodita (do nome do deus grego Hermafrodito, filho de Hermes e de Afrodite – respectivamente representantes dos gêneros masculino e feminino) um ser ou animal que possui órgãos sexuais dos dois sexos.

Existem três tipos de hermafroditismo humano: o hermafroditismo verdadeiro, o pseudo-hermafroditismo masculino e o pseudo-hermafroditismo feminino:

  • No hermafroditismo verdadeiro as crianças nascem com os dois órgãos sexuais bem formados, possuindo os oŕgãos sexuais internos e externos de ambos os sexos, incluindo ovários, útero, vagina, testículos e pênis. No hermafroditismo verdadeiro a maioria das pessoas são geneticamente do sexo feminino (cromossomos XX) e a formação dos órgãos sexuais masculinos é atribuída a causas ainda não totalmente conhecidas.
  • No pseudo-hermafroditismo masculino a criança nasce geneticamente como do sexo masculino (cromossomos XY) embora os órgãos sexuais externos não se desenvolvam completamente.
  • No pseudo-hermafroditismo feminino a criança nasce geneticamente como do sexo feminino (cromossomos XX) embora o clítoris desenvolva-se excessivamente adquirindo um formato semelhante a um pênis.

Os pseudo-hermafroditas são frequentemente estéreis e todos os hermafroditas verdadeiros são estéreis.

Andrógenos

A androginia não é uma doença e não se relaciona com orientação sexual. O andrógino é aquele(a) que tem características físicas e comportamentais de ambos os sexos, quer masculinas (andro) quer femininas (gyne). Assim sendo, torna-se difícil definir a que gênero pertence apenas por sua aparência.

No mundo da moda os andrógenos estão cada vez mais em alta. Os seus traços “indefinidos” em termos de gênero fazem com que tanto possam desfilar como modelos masculinos e femininos, ajudando assim a poupar nas contratações.

 


writewithimages.com – site traduz palavras para imagens usando o Google

O brasileiro Mihail Aleksandrov (diretor de arte) e os argentinos Santiago Luna Lupo (redator) e Nicolas Morell (programador) criaram o The Image Language, site que transforma palavras em imagens.

O site funciona basicamente como um tradutor, as imagens correspondem ao primeiro resultado do Google Images para cada palavra da sua mensagem.

Embora as mensagens em Inglês sejam um pouco previsíveis, em Português os resultados são bem mais inesperados.

A minha mensagem para vocês!


Os Estados Unidos não têm um idioma oficial

Pode parecer estranho, mas é verdade! Os Estados Unidos da América não possuem uma língua oficial.

Cada estado pode ter leis próprias que colocam a língua que quiser como a sua oficial. O Inglês é o idioma nacional de facto (na prática) mas não há nenhuma língua oficial a nível federal ou em sua constituição, que a coloque de forma oficial.

Algumas leis, como os requisitos para naturalização, padronizam o inglês e exigem a fluência do mesmo. Há movimentos públicos e até no Senado federal que lutam pela oficialização. Porém, nunca chegou a ser feita uma lei que tornasse isso real.

Como cada Estado pode ter sua própria língua oficializada, 32 optaram pelo inglês. O Havaí opta pelo inglês conjuntamente ao havaiano. O Novo México possui lei que prevê o uso do inglês e do espanhol, como a Califórnia, que obriga documentos do governo a serem publicados também em espanhol. O Louisiana inclui o francês como oficial ao lado do inglês.

Vários territórios insulares concedem o reconhecimento oficial para suas línguas nativas, juntamente com o inglês: samoano e chamorro são reconhecidas pela Samoa Americana e Guam respectivamente; caroliniano e o chamorro são reconhecidos pelas Ilhas Marianas do Norte e o espanhol é a língua oficial de Porto Rico.

Cerca de 80% da população americana usa apenas o inglês em suas casas, e o espanhol é a segunda mais comum com 12% de utilização.


Calendário Euro 2012