Anúncios

Planos e mais planos – Balance Scorecard na vida pessoal

Já pensaram como a vida muda? Claro que todo mundo pensa nisso toda hora de certa forma, mas estou falando realmente pararam para pensar onde estavam 5, 10 anos atrás e como as coisas estão hoje? Estão indo na direção que desejam?

Eu não sei se isso só acontece comigo mas tenho a sensação que a minha vida foi feita para ser surpreendente, às vezes de uma forma positiva, outras nem tanto. No final, tudo sempre dá certo mas nada é do jeito que eu planejo. Isso quer dizer que eu estou fazendo os planos errados ou que não devo fazer planos nenhuns

Essa semana estive em treinamento numa matéria chamada Balance Scorecard. É um modelo estratégico desenvolvido pelos Drs. Robert Kaplan and David Norton que inclui metas, objetivos, medidores e medida alvo a 4 níveis diferentes – Financeiro, Processos, Aprendizado e Crescimento e Serviço ao Cliente.

O Balance Scorecard (BSC) não é só utilizado em empresas, pode ser aplicado na vida pessoal também.

De acordo com o modelo você deve estabelecer metas gerais, que representem o que você deseja, por exemplo, ter uma carreira de sucesso.

Dentro dessa meta você estabelece objetivos, que são jeitos passíveis de serem medidos e que fazem parte da meta geral, por exemplo, se a meta é ter uma carreira de sucesso, um objetivo pode ser – ser promovida.

Depois estabelece um medidor, uma medida para esse objetivo. Nesse caso, um medidor possível seria – número de promoções por ano. Finalmente estabelece um alvo, por exemplo – 1 promoção por ano.

Fazendo isso para as 4 áreas (Financeiro, Processos, etc), estabelecendo 1 meta por área e cada meta com 4 objetivos. A idéia é que não sejam coisas surreais, apenas coisas tangíveis mas ao mesmo tempo não podemos definir alvos muito baixos porque senão não nos esforçaremos o suficiente para os realizar e portanto, não haverá melhoramento ou desenvolvimento.

Eu tenho muitas metas, na verdade eu quero tudo e quero tudo o melhor possível – a carreira de sucesso, a família feliz com um parceiro feliz e filhos bem educados, quero contribuir para um mundo melhor,  os amigos por perto e ainda quero ser bem cuidada, com saúde. Será possível? Eu acredito que é e me esforço para conseguir todas as coisas que falei acima. Não espero nada perfeito mas acho sim possível ter tudo o que citei num nível bom.

Depois que fiz este treinamento (e é para isso que servem) me apercebi de uma coisa básica. Os meus planos nunca foram planos. Eram expectativas ou reações e não planos. Se eu me mudei tanto não foi porque assim planejei, foi acontecendo. Se eu trabalho onde trabalho, também não planejei, foi acontecendo. Mesmo que esteja bem onde estou, será que não deveria ter um plano, ter metas rigorosas, com medidas e alvos bem estipulados e trabalhar neles com todo o foco e será que estaria ainda melhor?

O meu treinador disse que ele tem um BSC para ele e para os filhos. Lá ele coloca como alvo que tem que ligar para os amigos 1 vez por semana pelo menos, mesmo os que nunca ligam se ele não ligar. Tem estipulado um número de vezes por semana que leva a esposa para sair, os check-ups médicos que tem que fazer ou quanto deve ganhar nesse ano.

Será que isso funciona na vida pessoal ou a vida dispensa planos e segue o vento?

Mais sobre o BSC (inglês) aqui. E em Português aqui.

 

Anúncios

Uma resposta para “Planos e mais planos – Balance Scorecard na vida pessoal

  • Rodolfo

    Texto interessante, cheguei nele pesquisando sobre Dubai. Meu pitaco sobre ele… concordo que planejar é bom porque te da foco. Já o fato das melhores oportunidades nem sempre serem as que havíamos previsto, não excluí os benefícios que a preparação te da na hora que elas surgem. Então é preciso planejar e ter flexibilidade. Afinal, todo bom plano admite revisões e ser cabeça dura não ajuda. Por último, imagino que a pessoa tem que ter equilíbrio e bom senso. Tem hora que é gostoso deixar a maré te levar, especialmente no lado pessoal. Acho demais agendar ligações semanais e estipular dias da semana para sair com a mulher… dependendo do nível de detalhamento tenho dó dos filhos do seu professor. Com tanta programação corre o risco dele entediar a mulher e podar os filhos.

    Curtir

Dar pitaco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: