Anúncios

O peso de 7 bilhões

images Em Outubro de 2011, a população mundial atingiu os 7 bilhões de pessoas. Hoje, estamos em 7,289,298,792 (numero difícil de ler). Esse número terá aumentado em cerca de 500 quando eu terminar de postar.

A humanidade está crescendo a um ritmo assustador – com cerca de 230 mil nascimentos por dia é 95 mil mortes, o balanço é de cerca de 4 milhões de pessoas a mais em 2015.

Os avanços científicos é tecnológicos, especialmente na medicina, fazem com que cada vez mais os bebês mais fracos, prematuros ao extremo, ou com graves doenças sobrevivam, e que os idosos, muitos já bastante debilitados, com graves doenças ou doenças recorrentes, prolonguem sua vida. Hoje em dia conseguimos reanimar pessoas que passaram 20 minutos dadas como clinicamente mortas. Será que estamos fazendo a coisa certa? A morte é tão natural e necessária como a vida.

O crescimento populacional é observado principalmente nos países em desenvolvimento, como a Índia, a China, a Indonésia é o Brasil. Existem consequências para esse crescimento desenfreado. O nosso planeta é limitado, têm espaço e recursos limitados.

Cada vez mais temos que construir prédios em altura porque não temos mais espaço para viver. Nossas frutas e legumes não são mais plantados em hortas e sim industrializados, entupidos de químicos para garantir que existe produção suficiente para a demanda. E os animais, coitados dos animais! Gado no pasto é um luxo do passado, hoje em dia os coitados são criados em jaulas mínimas, tão justas que nem conseguem colocar as patas no chão e não desenvolvem os músculos das pernas. Nunca tocaram em grama nas suas vidas, são tratados como mesas ou cadeiras, empilhados e entupidos de comida até chegarem no tamanho ideal para abate. Uma vida de pânico, que nos comemos ao jantar.

Agua potável está virando ouro, tem quem diga que valera mais do que ouro em 2050 – as Nações Unidas estimam que cerca de 4 bilhões não terão agua por volta dessa época. O lixo que os humanos produzem é absurdo. Quantidades imensuráveis que como não temos onde colocar (até porque a maioria do lixo moderno não é biodegradável), está sendo despejado em rios, marés, ou colocado em pilhas gigantes a que chamamos de lixão.

Passamos a vida estragando nosso planeta – tudo o que precisamos para viver. A agua; o ar com nossos sprays é carros toda hora, ah, e cortando arvores a ritmo de produção; maltratamos os animais, a vegetação – tudo isso vezes 7 bilhões.

Eu acredito que deveríamos limitar, de uma forma global, o crescimento da população. Obviamente não podemos matar os que já nasceram nem proibir as pessoas de experimentarem a paternidade, que com certeza é maravilhosa. Mas não podemos continuar nesse ritmo frenético de crescimento, simplesmente porque não temos condições para isso. Não existe nenhuma possibilidade de continuar nesse ritmo e assegurar que todos os humanos têm uma vida boa – com comida, agua, casa, educação, etc., é impossível.

Acho que os governos deveriam conscientizar as suas populações e bolar um plano conjunto, com o apoio das mesmas, para que a natalidade fosse limitada a um filho biológico por casal. Casais que engravidassem de gêmeos, claro, não teriam problemas, afinal,  é natural que aconteça em muitos casos. Casais que quisessem educar mais do que uma criança poderiam fazê-lo, adotando um dos muitos órfãos que existem no mundo e que precisam de amor, carinho, educação e de um lar, como qualquer criança.

Isso faria com que conseguíssemos diminuir a população naturalmente para metade – dois pais, um filho. Assim que atingíssemos um nível de mais ou menos metade do atual, 3.5 – 4 bilhões, a lei poderia ser alterada para permitir 2 filhos biológicos, mantendo a população a um nível ideal – dois pais, dois filhos.

O que é que vocês acham, muito extremo? Alguém tem ideias diferentes?

Aqui alguns números interessantes da nossa existência.

Anúncios

Dar pitaco

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: