Arquivo do mês: setembro 2016

Se você não existisse, que falta faria?

Perfeito!


O certo é não olhar

O certo é não olhar os vídeos e não procurar informação sobre o desmatamento das florestas amazônicas, sobre incendiários, sobre como os índios são expulsos de suas terras, e tomar seu café da manhã em paz. O certo é não olhar os vídeos e informação sobre como as vacas e bezerros são mortos a pauladas e as galinhas trituradas vivas e apreciar seu bife ou sua coxinha de galinha em paz. O certo é não olhar e não pensar sobre a poluição na terra, não ver o quão sujo estão os oceanos, e aproveitar a sua praia em paz, seguida daquele chuveiro de meia hora. O certo é não olhar as notícias da guerra, não ver os vídeos das crianças em choque com os bombardeios, não pensar nos imigrantes afogados, e aproveitar sua ida ao cinema em paz. O certo é não olhar para os idosos jogados e abandonados em asilos, não olhar para as crianças jogadas em orfanatos, e assistir seu jogo de futebol em paz. O certo é não olhar quando a menininha ou menininho tão sendo abusados, e ir brincar com sua sobrinha em paz. O certo é não olhar quando alguém é assaltado, espancado, morto na sua frente, o certo é virar as costas e ir beber a sua cerveja em paz.

O que é certo é que eu não quero ninguém na minha vida que diz que o certo é não olhar. Olhe sim. Olhe até se enfurecer, até ter nojo, até se revoltar. Olhe até decidir que a indiferença é o pior crime de todos. Olhe até tomar uma atitude. Nem todos viemos para mudar o mundo, mas todos podemos evitar piorá-lo e quem sabe ajudar a melhorá-lo um pouquinho, nem que seja por ter a exata consciência do que acontece em sua volta, tendo compaixão com os outros seres.

Use mais papel reciclado, reduza o consumo de carne, seja voluntário num asilo, num orfanato, ou se não tem tempo quem sabe uma contribuição financeira para os médicos sem fronteiras ou uma associação infantil qualquer, ajude pessoas que estão nesse momento fazendo o que você não tem coragem de fazer. Ajude seu vizinho, cuide da sua avó, adote um cachorro, adote uma criança. Não aceite a injustiça, denuncie, se tiver como intervenha, evite o chuveiro de meia hora, não jogue lixo no chão, recicle. Deixe de ser cego. Deixe de ser ignorante. Não aceite. Não se cale.

Você que acha que o certo é não olhar – o certo é gente como você desaparecer da face da terra.