Anúncios

Arquivo da tag: Internet

writewithimages.com – site traduz palavras para imagens usando o Google

O brasileiro Mihail Aleksandrov (diretor de arte) e os argentinos Santiago Luna Lupo (redator) e Nicolas Morell (programador) criaram o The Image Language, site que transforma palavras em imagens.

O site funciona basicamente como um tradutor, as imagens correspondem ao primeiro resultado do Google Images para cada palavra da sua mensagem.

Embora as mensagens em Inglês sejam um pouco previsíveis, em Português os resultados são bem mais inesperados.

A minha mensagem para vocês!

Anúncios

Bebês por encomenda – serviço online

A globalização e a Internet estão fazendo com que o milagre de ter um bebê fique cada vez mais fácil.

Um empreendedor Israelita chamado Doron propõe um novo serviço: produção de grávidas. Os seus clientes podem escolher online os dadores de óvulos e esperma. Em seguida vários embriões são produzidos, congelados e embalados antes de serem enviados para a índia onde são implantados nos úteros de barrigas de aluguel, mulheres Indianas de classes baixas. Depois de 9 meses, os clientes podem colectar seus bebês.

A tecnologia transformou fazer e ter um filho num ato independente de sexo, e a globalização está transformando isso num processo barato e fácil: tudo o que você precisa é um cartão de crédito e Internet.

Mas e as implicações éticas e morais desse “negócio”?

Por um lado, os casais do mesmo sexo que querem adoptar e os casais que depois de anos tentando ter filhos sem sucesso vêem isso como a única esperança possível e estão dispostos a tudo para realizarem o sonho de serem pais.

Do outro lado as mulheres que fazem de injectar hormônios para aumentar a ovulação e vender seus ovos um hábito e as que emprestam seus ventres sem nenhum direito legal sobre as crianças que carregam, tudo por dinheiro.

A dona da clínica na índia, diz que não vê nenhum mal numa mulher ajudando a outra a ter um filho. Afirma que as barrigas de aluguel chegam a ganhar o equivalente a 10 anos de salário, e que portanto este negócio representa uma melhoria de vida enorme para elas. Cada mulher é implantada com 5 embriões e pode ser implantada no máximo 3 vezes. A médica também exige que elas já tenham filhos biológicos para facilitar o processo.

Para quem quiser saber mais, aqui um documentário da HBO  sobre o assunto e também um pequeno trecho no Youtube, ambos em Inglês.

O que é que vocês acham disso?


As 50 mulheres mais populares na Web (com Justin Bieber)

Isso mesmo! Desde o início de 2010 tem 50 mulheres dando o que falar na Internet e o Justin Bieber, não escapou!

Nem as suas milhares de fãs nem o seu namoro com a atriz Selena Gomez – mesmo com fotos deles se beijando – foram suficientes para evitar que ganhasse o honroso 7o lugar na lista das 50 Mulheres Mais Populares da Web.

Confira a lista:

50 Eva Longoria

49 Scarlett Johansson

48 Carmen Electra

47 Tina Fey

46 Adriana Lima

45 Lily Allen

44 Sarah Jessica Parker

43 Kelly Clarkson

42 Carrie Underwood

41 Amy Winehouse

40 Vanessa Hudgens

39 Katy Price

38 Ashley Tisdale

37 Hilary Duff

36 Marilyn Monroe

35 Heidi Montag

34 demis

33 Jennifer Aniston

32 Hillary Clinton

31 Ciara

30 Kristen Stewart

29 Betty White

28 Pamela Anderson

27 Fergie

26 Jessica Alba

25 Christina Aguilera

24 Sandra Bullock

23 Kim Kardashian

22 Katy Perry

21 Michelle Obama

20 Lindsay Lohan

19 Jessica Simpson

18 Sarah Palin

17 Mariah Carey

16 Jennifer Lopez

15 Megan Cox

14 Oprah Winfrey

13 Angelina Jolie

12 Taylor Swift

11 Shakira

10 Avril Lavigne

9 Paris Hilton

8 Miley Cyrus

7 Justin Bieber

6 Britney Spears

5 Rihanna

4 Beyonce

3 Madonna

2 Ke$ha

1 Lady Gaga

A lista foi baseada em pesquisas e estatísticas do Google, vi no USS POST.

Justin, estou torçendo por você!! Vai conseguir ficar em 1o ano que vem!! 😛


Emirados proíbem serviços de celular porque não conseguem controlar mensagens

Estamos ficando cada vez mais controlados aqui nos Emirados, em geral é comum conhecimento dos habitantes que todas as SMS, MMS e Emails que enviamos aqui têm conteúdo controlado pelo Governo. Exemplo disso são os inúmeros casos de casais que foram presos ou advertidos com base em mensagens mais explícitas trocadas “fora do casamento”. 

Somos também constantemente filmados nas ruas e/ou locais públicos – basta ver a rapidez com que foram descobertos e a quantidade de filmagens que tinham no caso do assassinato do líder do Hamas aqui em Dubai. E temos muitos sites bloqueados por “segurança”, como o Orkut por exemplo.

Agora vamos ter mais um bloqueio: Os serviços de Blackberry deixarão de funcionar em breve.

Os dados enviados através desse aparelho são diretamente exportados e geridos por uma organização comercial no estrangeiro e por esse motivo a Autoridade Reguladora de Telecomunicações (TRA, sigla em inglês) decidiu hoje que os serviços de Email, Blackberry Messenger e Internet para Blackberry vão ser suspendidos nos Emirados Árabes Unidos a partir do dia 11 de Outubro. 

De acordo com fontes, a TRA tentou negociar a possibilidade de fazer com que os serviços fossem geridos internalmente e portanto controlados por autoridades locais mas, como não conseguiram, decidiram bani-los. 

Consideram que o facto de não conseguirem controlar a informação constitui um grande perigo à segurança nacional já que permite que as leis dos Emirados sejam quebradas com facilidade sem constituir provas que levem a acções judiciais e à devida penalização.

Basicamente, como não conseguem ler nem gravar as mensagens trocadas, se sentem ameaçados.

Uffff, vida de Dubaiana :o)


Liberdade de expressão vs. falta de educação

Hoje em dia a Internet e o direito a liberdade de expressão que vigora na maioria dos países permitem que qualquer pessoa possa expressar sua opinião, divulgar informação, se auto-publicitar e muitos conseguem até gerar novas modas. Possibilita também que essa opinião seja lida por milhares de pessoas em diferentes partes do mundo.

Tem quem dê sua opinião num blog próprio, quem comente nos blogs de outras pessoas ou na imensidão de websites disponíveis. A quantidade de informação disponível é tanta que não temos cérebro para processar tudo o que vemos por aí diariamente. Igualmente vasta são as opiniões que se geram com toda essa informação.

A regra de ouro: saber distinguir entre liberdade de expressão e má-educação.

Você é livre de dizer o que quiser desde que com respeito. A sua liberdade termina onde começa a liberdade do próximo.

Diferentes pontos de vista e experiências individuais, gostos e desgostos, moldam o jeito como cada um encara a vida. Tudo conta e tudo influencia, desde o que acontece na sua vida até ao que aconteceu na dos seus antepassados. Se você descende de Italianos com certeza tem pontos de vista diferente sobre dinheiro, trabalho e religião do que se seus antepassados forem, por exemplo, Chineses. 

Discutir idéias faz com que o cérebro fique mais aguçado e desenvolvido, aumenta a capacidade de argumentação, raciocínio e abre novos horizontes. A sua cultura e inteligência estão directamente relacionados com a sua capacidade de compreensão do mundo e dos processos que nele ocorrem. Lembre-se que o mundo não é só o seu quarto, nem só a sua família ou o seu bairro.

O que não é permitido – e na minha opinião é uma prova de ignorância – é você se expressar insultando ou diminuindo a opinião dos outros e muito menos fazendo ataques pessoais.

Todos temos gostos diferentes e ninguém é obrigado a gostar do que você gosta só porque você acha um máximo.

Se você tem uma opinião e não a consegue justificar com argumentos válidos, é melhor ficar quieto.

Pior ainda, se tem uma opinião e até tem argumentos válidos mas não sabe passar seu ponto sem um insulto e um baixo nível, vai ficar imortalizado como mal-educado e ignorante.

Está com vontade de insultar alguém?  Vá para a frente do espelho.