Anúncios

Arquivo da tag: Londres

Hyde Park – Hard Rock calling 2010 – eu fui!!

Estive de férias por duas semanas e passei por Londres para assistir o melhor concerto da minha vida até hoje – tive a oportunidade de ver de perto The Hives, Ben Harper e os meus super favoritos Pearl Jam!!! Eu vi o Eddie Vedder de perto!!!! Nem acredito!!!

Embaixo algumas fotos e vídeos que embora não tenham ficado 100% (muita emoção faz tremer a mão) eu quero compartilhar com vocês porque realmente significou muito para mim.

Tentando chamar o esquilo

 
O show foi no dia 25 de Junho, mesmo dia do jogo Portugal-Brasil e embora não fosse assistir o jogo, tive esperança que vestir a blusa mandasse alguma energia de apoio. No caminho encontrei um esquilinho… coisa mais linda!

Os portões abriram de 14h30 e tiveram várias bandas, saí de lá já mais de meia noite e claro, os Pearl Jam foram os últimos.

No início do evento estava bem na frente, mas na hora que eles entraram tive que recuar um pouco, a multidão ficou doida e era muita pressão, muitos caras empurrando e se jogando e teve uma hora que meus pés ficaram sem tocar no chão.

O cara que não lembro o nome

Os Gaslight

O primeiro a entrar foi um cara que não lembro o nome, que falou que era a primeira vez dele num evento desse tipo mas não sei quem é, tem uma foto aí pra referência. Ele tocou umas 4 ou 5 músicas, não mais do que isso e inexperiência era visível, mas com certeza foi um ótimo começo pra ele.

De seguida entraram os Gaslight, a música é ok mas parecem todas iguais, tocaram cerca de meia hora e não virei fã.  

Teve os The Hives – som legal mas o que eu adorei mesmo foi ver o show que o cantor dá, o Pelle Almqvist, ele é um entertenimento por si só, um cara bem engraçado e muito doido, adorei! Ficaram em palco uns 40 minutos.

Depois apareceu o grande Ben Harper. Ele é realmente um monstro tocando, som é com ele. Embora goste muito do trabalho dele, já tava muito cansada e ansiosa pra ver o que fui lá pra ver e nesse caso, não foi ele então tava era querendo que o cara fosse embora mas ele ainda demorou cerca de uma hora. A melhor parte foi quando chamou Eddie Vedder para cantar “Under Pressure” com ele, nesse videozinho embaixo podem ver a explosão do público quando Vedder entrou em cena. 

The Hives

Ben Harper

Finalmente os supremos, inegualáveis, fantásticos e ultra-mega-maravilhosos entraram!!! Vi Eddie Vedder e os Pearl Jam de perto!!!! Cantaram todas as músicas que pensei e que adoro – Black, Just Breath, Betterman, State of Love and Trust (muito bom) e muitas outras!! Ficaram no palco cerca de 2 horas e meia e foi um show de arrebentar.

Os magníficos

Eddie Vedder

No final estava cansada e destruída mas muito satisfeita, valeu muito a pena e só tenho a dizer que na próxima tour deles, estarei presente novamente com certeza.  

– Os The Hives se fazendo de estátuas.

– Ben Harper e Eddie Vedder cantando “Under Pressure”.

– Pearl Jam entrando no palco e a explosão do público.

– “Some folks just have one,
Others they got none, aw huh

Stay with me
Let’s just breathe.”

Anúncios

Londres – Your Majesty

Já vi cidades de países de diferentes culturas, religiões, povos, enfim, variadas variações mas Londres é simplesmente espantosa.

Embora seja a minha segunda visita, a primeira foi enquanto bem novinha por isso não conta já que as lembranças são poucas.

A cidade é super arrumada, organizada, tudo funciona e é mais do que limpa. A segurança se sente e se vê no número de polícias que passam, as poucas coisas ruins que presenciei foram devido aos tão mundialmente conhecidos ingleses que quando ficam bêbados, viram um inferno! Mas mesmo assim, nada de mais.

Fui no Palácio de Buckingham mas infelizmente não vi a troca da guarda, por ser perto do final do ano, não tavam fazendo. Só vi os guardas com o cabeção guardando a porta real. Fiquei imaginando como seria lá dentro,  “A Rainha vai passar por aqui e me chamar pra um chá!”. Hehehehe, pensamento não paga imposto.

Vi o Big Ben, o Parlamento, entrei na Abadia de Westminster  – estonteante, grandiosa, um tecto bem alto, e tem um bocado de reis e rainhas enterrados lá, incluíndo Elizabeth! Não deixem de pegar os radiozinhos que têm a explicação de tudo, são muito úteis e gratuitos.

Passadinha no Museu de Cera Madame Tussauds para tirar fotos com as celebridades e não pude deixar de visitar também Covent Garden onde não falta animação – não vão muito tarde porque as barraquinhas fecham por volta de umas 17h, pelo menos a maioria delas.

Assiti também a magnífica, super bem feita, produzida, escrita, enfim, tudo de bom peça “Fantasma da Ópera”. O casting é maravilhoso, as vozes dos artistas, assombrosas. Figurino rico e muito bem bolado e em geral a produção é fantástica. O meu inglês é bastante bom mas mesmo para quem não entenda 100% vale a pena. Vão com certeza entender pelo menos o geral. Recomendo que comprem os bilhetes com bastante antecedência porque não surpreendentemente  esgotam todos os dias.

No dia da passagem de ano mesmo, não deu para ver os fogos, as ruas estavam lotadas e algumas até já encerradas, sem passagem para perto do rio. Terminei indo para perto de Covent Garden, fiquei num restaurante Turco. Agradeci demais porque tinha comida e era quentinho (brrrr de frio lá fora!!!).

Perto das 12 badaladas saí do restaurante e juntamente com meus primos que coincidentemente estavam pela cidade na mesma data, abri Champagne, brindei e comemorei bastante. Foi muito bom!

Londres é encantadora sem dúvida. A cidade em si é muito bonita, as casas, prédios, tudo é como deve ser. Fiquei hospedada perto de Baker Street, bem perto de Sherlock Holmes num hotel chamado Hotel 82 que achei muito bom. Até a mais comum das ruas é linda, com os portões de ferro típicos protegendo as casas.